O que é Fator da Perda de Peso?

O que é Fator da Perda de Peso?Fator da Perda de Peso é o Programa de Emagrecimento de maior sucesso nos Estados Unidos e que agora também é Sucesso no Brasil!

Descubra porque o programa do Dr. Charles Livingston virou febre nos EUA, e hoje é seguido por milhares de pessoas também aqui no Brasil!

O grande diferencial do Fator da Perda de Peso é que ele ensina como perder a barriga sem que a pessoa tenha que abrir mão das coisas que mais gosta de comer. Isso mesmo! Você pode perder peso mesmo comendo o que você mais gosta. Isso aumenta o estímulo de quem está seguindo o programa Fator da Perda de Peso, pois com ele você emagrece e nem percebe. Os resultados são rápidos, o que não apenas melhora a sua aparência como o seu próprio estilo de vida.

O Fator da Perda de Peso é composto de vários ebooks e também opcionalmente do módulo acelerador de resultados que é composto de 8 livros adicionais que vão turbinar a sua perda de peso.

Programa de Emagrecimento rápido Fator da Perda de Peso

Receba este brinde 100% Grátis do Programa Fator da Perda de Peso. Faça o download do PDF “101 Dicas Para Perder a Barriga”.

 

Faça o download GRÁTIS do ebook 101 Dicas Para Perder Barriga - Fator da Perda de Peso

Depoimentos:

“Em 45 dias perdi o peso que venho tentando perder a 2 anos. É inacreditável o que uma boa dieta consegue fazer com a gente.” Lohana Alves Rodrigues

 

“Já tinha desanimado de dietas, mas essas duas primeiras semanas me fizeram recordar que as vezes a gente desiste antes de ter tentado tudo. Muito bom o programa.” Octávio Fiuza

 

“Foi um grande achado encontrar esse programa! Já na minha segunda semana estou percebendo um progresso inacreditável, já estou indo para 4kg perdidos e muito mais energia pra fazer tudo no dia a dia!” Erick Nunes

 

“A perda de peso é incrível. Em menos de 2 meses atingi a meta que eu queria atingir em 120 dias.” Denise Lacerda

 

Veja mais depoimentos AQUI.

Um dos Casos de Sucesso do Programa Fator da Perda de Peso

 

Caso real de sucesso do programa de emagrecimento rápído Fator da Perda de Peso

Emagreça Comendo Tudo que Você Gosta!

Vídeo GRÁTIS

Revela uma Maneira Inusitada

Para Perder Barriga

Mesmo Comendo

Tudo o que Você Ama!

Fator da Perda de Peso é o programa de emagrecimento mais vendido nos Estados Unidos e agora chegou ao Brasil.

Descubra porque o programa do Dr. Charles Livingston virou febre nos EUA, e hoje é seguido por milhares de pessoas. O programa de emagrecimento Fator da Perda de Peso ensina como perder a barriga sem que a pessoa tenha que abrir mão das coisas que mais gosta de comer. Isso aumenta o estímulo de quem está seguindo o programa Fator da Perda de Peso, pois com ele você emagrece e nem percebe. Os resultados são visíveis em poucos dias, o que não apenas melhora a sua aparência como o seu próprio estilo de vida.

Veja o Vídeo Grátis e exclusivo com informações sobre o programa Fator da Perda de Peso. Clique no banner abaixo:

Nessa rápida apresentação você aprenderá algo incomum na estratégia de perda de peso que pode lhe ajudar a ter uma barriga seca em até 7 dias, e ainda continuar a comer as coisas que você ama. Essa é a primeira dica que o Dr. Charles Livingston sempre ensina aos seus pacientes na sua clínica em Fisher, IN.

Lori perdeu ao todo 41 Kg e você verá no vídeo uma dica que a ajudou a chegar lá. Lori perdeu 5 cm de barriga, perdeu 3,6Kg em apenas 9 dias, perdeu 5 cm em cada coxa, perdeu 2 cm em cada braço e baixou 3 medidas nas suas roupas (aos 30 anos ela agora veste tamanhos de roupa menores do que vestia no colégio!)

O Programa Fator da Perda de Peso funciona tanto para homens quanto para mulheres.

Uma pequena amostra do que o programa Fator da Perda de Peso pode oferecer pode ser baixado inteiramente Grátis. Baixe o ebook 101 Dicas Para Perder Barriga” que faz parte do Programa de Emagrecimento Fator da Perda de Peso.

Faça o download GRÁTIS do ebook 101 Dicas Para Perder Barriga - Fator da Perda de Peso

Cookies podem viciar mais que cocaína

Estudo mostra que cookies podem viciar mais que cocaína.Estudo mostra que cookies podem viciar mais que cocaína.

Se você gosta muito de comer aquelas bolachas recheadas, biscoitinhos crocantes cobertos de chocolate e, principalmente, os famosos (e deliciosos) cookies é melhor nem começar com a enrolação, e já entrar diretamente no assunto: “bolachas recheadas podem ser mais viciantes do que cocaína”!O Huffington Post publicou uma matéria, afirmando que estudos realizados por pesquisadores do Connecticut College mostraram que ratoeiras especiais, preenchidas com os biscoitos Oreo (uma marca extremamente famosa nos Estados Unidos), obtiveram os mesmos resultados em cobaias do que outras repletas de cocaína e morfina.

Durante o estudo, os cientistas monitoraram a atividade cerebral dos ratinhos, a fim de medir a presença de uma proteína chamada “c-Fos”, cuja função é marcar a ativação das áreas do cérebro responsáveis pelo prazer. Com isso, foi possível constatar que a Oreo ativou um número significativamente maior de neurônios do que as drogas. “Essa correlação entre o comportamento dos animais e os resultados de nossas medições fornece suporte para a hipótese de que alimentos demasiadamente ricos em açúcar ou em gordura podem causar dependência”, afirma o professor Joseph Schroeder.

Notícia alarmante?

Keith Humphreys, professor da ala de psiquiatria e das ciências comportamentais, da Universidade de Stanford (EUA), afirmou que não está muito convencido quanto aos resultados obtidos pela pesquisa. Segundo o professor, a pedra fundamental que move a qualidade das descobertas feitas pela ciência está na comprovação dos resultados pela comunidade científica.

Cookies podem viciar mais que cocaína“Esse trabalho não foi publicado em nenhuma revista científica de credibilidade, não saiu em nenhum jornal e tampouco foi apresentada em alguma conferência. Tudo o que eu sei é que algumas pessoas apresentaram um release, mostrando resultados de um determinado estudo, cujos detalhes não foram compartilhados com nenhum colega da comunidade científica. A princípio, é isso que me faz ter dúvidas sobre a conclusão deles”, afirma taxativamente o professor Humphreys.

Além disso, o professor da Stanford também afirmou que há limites muito árduos quando se fala em comparações de alimentos e drogas. “Não há dúvidas de que alimentos e drogas possam produzir reações similares em nosso cérebro”, diz Humphreys, que conclui: “Entretanto, vício é uma característica negativa, que traz implicações como overdose e morte; e isso não pode ser estabelecido como um paralelo entre consumidores de comida e de drogas”.

Enfim, mesmo que a notícia possa não ter passado de um susto, talvez seja hora de cuidar um pouquinho melhor da alimentação, tendo uma alimentação mais saudável e natural.

Fonte original em inglês : Huffington Post